Divulgação


Notícias Atualizadas

Internet/ Conexão/

INTERNET BANDA LARGA
É a denominação usada para qualquer conexão à Internet que possua velocidade superior à velocidade padrão dos modem’s atualmente utilizados (56 kbps - kilo/mil bit’s por segundo).
A Internet Banda Larga surge como uma evolução tecnológica de transmissão de dados à crescente exigência e necessidade do usuário em obter conexões cada vez mais velozes. Essas novas tecnologias vêm, mais uma vez, revolucionando esse fascinante meio de comunicação e lazer no mundo da informação.
Algumas tecnologias como: Wireless, ADSL, Cable Modem, ISDN, DSS, foram criadas com o objetivo de oferecer serviços de transmissão em altas velocidades, possuindo particularidades que valem a pena conhecermos.


Wireless
Forma de comunicação sob forma de ondas de rádio freqüência, podendo ser oferecidas velocidades de até 11Mbps.

Normalmente este serviço é oferecido pelos provedores, em sua assinatura básica, uma velocidade inicial de 128 kbps (kilo/mil bit’s por segundo) podendo ser aumentada com facilidade até 11 Mbps (mega/milhão de bit’s p/ segundo).
Para sua utilização, é necessário que o provedor instale um rádio e uma antena no local do cliente, direcionada para o ponto de acesso instalado no local do provedor. A comunicação com o rádio é feita por intermédio de placa de rede comum, que hoje custa menos do que um modem convencional.

Vantagens:
1. Altíssima estabilidade na transmissão de dados, obtendo um índice de falhas muito baixo.
2. Não é necessário fazer discagem para conexão, ou seja, você ligou o computador e, automaticamente, já esta conectado na Internet. Portanto não ocupa e nem se utiliza de sua linha telefônica, poupando, assim, o valor gasto com pulsos e desocupando a linha.
3. Mantém o usuário conectado 24 horas por dia sem custo adicional.
4. Não é necessário pagar a operadora + provedor se tornando um custo mensal consideravelmente mais baixo, se comparado com outras tecnologias.
5. Outra vantagem interessante é a possibilidade de aumento de velocidade até 11Mbps sem a troca de equipamentos, por simples configurações se altera a velocidade de acesso.

Desvantagens:
1. É necessário que uma antena tenha a possibilidade de ser visualizada pela outra, ou seja, não podem haver obstáculos entre as antenas, como prédios.
2. O custo de instalação é elevado para um usuário isoladamente, mas se torna uma opção bastante viável economicamente para condomínios ou empresas, onde esses custos podem ser diluídos entre os condôminos, ou na economia com equipamentos no caso de empresas.

ADSL (Assymetrical Digital Subscriber Line)
É uma tecnologia que utiliza linha telefônica digital para tráfego de dados em alta velocidade, podendo atingir até 8 Mbps, embora a velocidade máxima oferecida por provedores brasileiros seja muito inferior.
Este serviço é normalmente oferecido pelas operadoras de telefonia, que instalam um modem próprio para conexão ADSL, fazendo a conversão de dados que trafegam pela linha telefônica.
Ao contrário do que se pode pensar, embora a transmissão seja feita por cabos metálicos da telefonia fixa, a linha não fica ocupada graças a um chip chamado spliter existente no modem que faz a separação de voz e dados. Assim o usuário pode receber e transmitir dados, ou seja, navegar na Internet ao mesmo tempo em que emite, recebe e fala ao telefone.

Vantagens:

1. Alta velocidade na transmissão de dados.
2. Mantém o usuário conectado 24 horas por dia sem custo adicional na conta telefônica.

Desvantagens:

1. Custo do modem elevado ou pode-se optar pelo aluguel com a própria operadora, o que significa um custo mensal adicional.
2. Além de se pagar o valor de assinatura à operadora de telefonia, é necessário pagar também uma assinatura a um provedor de acesso, que oferecerá os serviços de conteúdo e outros serviços de provedor, pois a operadora não está autorizada a oferecer os serviços de Internet.


Cable Modem
Na verdade cable modem é o nome de um aparelho que converte os dados que chegam da Internet para o seu computador. Este aparelho acabou batizando o serviço de acesso em alta velocidade por meio de cabo. O serviço é oferecido pelas TVs por assinatura com velocidade de até 512 kbps.
Para quem tem TV por assinatura, o funcionamento é bastante similar: coloca-se uma extensão no cabo coaxial que recebe os sinais da televisão, essa extensão é conectada ao aparelho cable modem, que realiza a função de um transcodificador. Do cable modem sai outro cabo que é ligado ao computador por meio de uma placa de rede. Assim, da mesma forma que a televisão a cabo, basta você ligar o computador e já estará conectado à Internet.

Vantagens:
1. Não ocupa e nem utiliza a linha telefônica, poupando assim o valor gasto com pulsos e desocupando a linha.
2. Mantém o usuário conectado 24 horas por dia sem custo adicional.

Desvantagens:
1. É necessário comprar ou alugar o aparelho cable modem com um preço a partir de R$ 500,00, valor bastante elevado ou pode também ser alugado a um custo médio de R$ 16,00 mensais. As operadoras indicarão, tanto as lojas como os cable modems mais apropriados para seus serviços.
2. É necessário efetuar a contratação do provedor de acesso em alta velocidade, além da contratação do serviço de TV por assinatura. As operadoras de TV, farão a indicação do provedor a ser contratado, tornando assim, uma espécie de compra casada. Então, é recomendável somar as duas mensalidades antes de decidir pela mudança do seu acesso à Internet.


ISDN (Integrated Services Digital Network)
Assim como o ADSL, o ISDN é uma tecnologia que permite o tráfego simultâneo de dados e voz em velocidades de até 128 (kbps).
O ISDN não deixa de ser uma forma de conexão discada. A diferença de uma conexão discada é que o usuário pode navegar a uma velocidade superior, ou seja, de até 128 kbps contra os 56kbps do modem convencional. Essa tecnologia divide a linha telefônica em dois canais independentes de 64 kbps cada. Por meio deles, é possível ter acesso à Internet, e receber ligações simultaneamente. Quando isso ocorre, a velocidade de navegação cai pela metade.

Vantagens
1. É a modalidade de acesso por banda larga mais barata do mercado. Na maioria dos casos, a mensalidade é pouca coisa mais cara do que a de um provedor convencional.

Desvantagens:
1. Não deixa de ser um acesso discado, ou seja, o usuário continua pagando pelos pulsos telefônicos. Claro que, com velocidade mais alta, você vai fazer mais coisas em menos tempo.
2. A velocidade está limitada a 128 kbps. Isso é o equivalente aos planos básicos oferecidos nas demais modalidades de acesso por banda larga, ou seja, caso o usuário precise aumentar sua velocidade de acesso não poderá continuar a utilizar essa tecnologia.


DSS (Direct Satellite System)
Comunicação de dados por satélites. Usa antenas parabólicas e pode ser eventualmente conjugado ao serviço de TV’s por assinatura que usam essas antenas (Sky, DirecTV, etc). A taxa de transferência máxima teórica desse serviço é de 400Kbps, sendo que a taxa disponível pode ser inferior, pois a taxa depende da operadora.

Vantagens:
1. Não ocupa e nem se utiliza de sua linha telefônica, poupando assim o valor gasto com pulsos telefônicos e desocupando a linha telefônica.
2. Mantém o usuário conectado 24 horas por dia sem custo adicional, embora alguns provedores cobrem de acordo o fluxo de dados.

Desvantagens:
1. O custo de instalação bastante elevado e além disso os provedores não oferecem suporte nem mão de obra para distribuição de conexões, se tornando um custo pouco viável para o usuário.
2. Sofre algumas interferências ambientais.


O que é T1 ?
T1 é o método de transmissão digital para multiplexar canais múltiplos de voz e de dados em dois pares de fios. Usando uma técnica chamada Multiplexação por Divisão do Tempo (TDM), o T1 distribui voz e/ou dados de LAN em subcanais DSO. O benefício primário do T1 é a largura de banda - 1,544 Mbps - disponível em 24 subcanais DSO, facilmente alocados, de 64 Kbps. O T1 envia dados em frames compostos de 24 palavras de 8 bits (uma palavra para cada subcanal) e um bit de framing, compondo um total de 193 bits por frame. Um canal T1 transmite 8 000 frames por segundo. Os bits de framing em frames sucessivos seguem o padrão para um formato de superframe. O Channel Bank T1 verifica esse padrão para garantir que a sincronização seja mantida. O T1 é a opção mais flexível para serviços digitais end-to-end disponível hoje em dia. É o serviço preferido para transmissão de sinais de voz, dados, fax e vídeo, ao longo da rede de uma empresa.

fontes: Livro de Redes (info exame), Redes (Coleção Aprenda Fácil), Curso completo de Hardware (Gabriel Torres).

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright @ 2010 - Infobender - Design by Analista Sistema Rodrigo Bender Infobender